Cuidados com idosos para evitar a desidratação no verão!

Cuidados com idosos para evitar a desidratação no verão!

A desidratação em idosos é muito comum durante o verão!

Segundo o estudo realizado pela Organização Meteorológica Mundial, 2021 foi um dos sete anos mais quentes já registrados no planeta. E o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) confirma que as temperaturas no Brasil têm ficado acima da média histórica desde os anos 90.

Essa informação é muito importante, principalmente, para as pessoas idosas, que por conta do envelhecimento a composição corpórea é alterada. As pessoas com mais idade têm dificuldade em manter a temperatura corporal, pois um adulto possui 60% do corpo de água, enquanto o idoso tem apenas 40%. Além disso, a pessoa idosa tem menos glândulas sudoríparas que interfere no ato de transpirar, e, menos sensação de sede.

Durante o verão devemos estar atentos com nossos entes queridos para evitar problemas de saúde como a desidratação e a hipertermia, que é o aumento da temperatura do corpo.

Sinais de desidratação ou hipertermia

De acordo com a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, entre os sinais de que o corpo do idoso está desidratado estão: lábios e língua secos e redução da quantidade de urina. Além disso outras características também podem ser observadas como: confusão mental, dor de cabeça, tonturas, fadiga e mal-estar.

Para hipertermia os sinais estão relacionados a contraturas musculares, náuseas, vômitos, dor de cabeça, fraqueza e até mesmo convulsões.

Dicas para manter a pessoa idosa saudável no verão

  • Ofereça pequenas quantidade de água durante o dia.

Por terem efeito diurético evite bebidas alcoólicas e que contenham cafeína.

  • Banho de sol somente nos horários permitidos.

Recomenda-se apenas 15 minutos de exposição ao sol, nos horários antes das 10h e após às 16h.

  • Atividade física ao ar livre deve ser realizada no início da manhã ou no final da tarde.

Além da atividade física ao ar livre, também recomenda-se a prática de atividades aquáticas como natação e hidroginástica para amenizar o calor e refrescar ainda mais o corpo.

  • Use protetor solar e roupas leves

Por terem a pele mais delicada, o idoso deve ter o hábito de usar protetor solar a qualquer hora do dia.  Além disso, usar roupas leves e confortáveis durante o verão.

  • Opte por alimentos ricos em água

Para ajudar na digestão, a pessoa idosa deve fazer uma alimentação saudável rica em verduras, legumes e frutas que contenham água como: tomate, pepino, abobrinha, melancia, melão, entre outras.

Somos uma empresa prestadora especializada em cuidados de todas as idades, voltada para a colocação de profissionais cuidadores em sua residência, fornecendo um serviço personalizado, através de uma equipe especializada, que auxilia na escolha do profissional que melhor se adeque às necessidades de cada família.

Fazemos o acompanhamento de idosos, pessoas acamadas e portadores de deficiências físicas temporárias ou permanentes. Assim como também temos em nossa equipe profissionais acompanhantes para situações pontuais, como o acompanhamento em um exame/consulta, cuidados pós-cirúrgicos, adaptações a novas situações de saúde, etc.

Queremos que a única preocupação da família diante de uma situação de necessidade de cuidados, seja estar próximo e desfrutar de momentos de carinho com seu familiar.

Nossos serviços de cuidadores de idosos em São Paulo:

  • Cuidador para intrahospitalar
  • Cuidador para desospitalização / transição de cuidados
  • Cuidador para instituição de longa permanência
  • Cuidador para pessoas com necessidades especiais
  • Cuidador para acompanhamento em exames
  • Cuidador para acompanhamento domiciliar

Leia também nosso blog

 

grupo cuidar

 

Fontes:
sbgg.org.br
saude.abril.com.br