Entenda como evitar golpes financeiros em idosos!

Entenda como evitar golpes financeiros em idosos!

Durante a pandemia o número de fraudes financeiras em idosos cresceu 60% no Brasil.

Conhecida como engenharia social, que tem o objetivo de obter informações pessoais sensíveis, os idosos são vítimas, frequentes, de golpes financeiros.

Atualmente, 74% das transações bancárias são feitas por canais digitais, e isto vem atraindo cada vez mais a atenção dos estelionatários que se aproveitam da falta de informação das pessoas, e de uma cultura do nosso país de não se preocupar com a segurança dos dados.

Lembrando que os criminosos, também, agem de forma oportunista, criam golpes com situações que estão em destaque na sociedade como por exemplo: auxílio emergencial, Black Friday, Imposto de Renda, eCommerces e links falsos, entre outros.

Segundo o Conselho de Autorregulação da FEBRABAN, em outubro de 2020 foi aprovada uma nova Normativa da Autorregulação que inclui regras voltadas aos consumidores idosos.

A partir de janeiro de 2021 os bancos participantes, adotarão novas ações para garantir a proteção dos clientes bancários idosos. Dentre as novas regras, destacam-se:

  • Não perturbe, serviço de bloqueio de ligações de telemarketing.
  • A possibilidade da instituição financeira bloquear movimentações ou transações financeiras suspeitas, atípicas ou recorrentes caso o consumidor se considere em situação de abuso patrimonial.
  • A disponibilização, mediante contratação, de serviços de alerta de transações e movimentações, com a possibilidade de cadastro do número de telefone do consumidor idoso ou de pessoa de sua confiança.
  • Quando as demandas não puderem ser solucionadas no primeiro atendimento, as Instituições Financeiras vão priorizar o tratamento de demandas registradas pelos consumidores idosos no SAC e na Ouvidoria.
  • Ações de orientação e informação para prevenção a fraudes.
  • Treinamento e capacitação dos funcionários em temas voltados à proteção e direitos dos consumidores idosos.

Mais de 2 bilhões de reais são investidos por ano na área de segurança pelas instituições financeiras, mas mesmo assim ainda é preciso muito cuidado para não cair em golpes.

Oriente seu idoso!

  • Não forneça nenhum tipo de dado pessoal pelo telefone, e-mail, SMS e WhatsApp mesmo que haja insistência para isso.
  • Não clique em nenhum tipo de link enviado por e-mail, SMS e WhatsApp, geralmente estes links são falsos.
  • Caso precise de ajuda em um caixa eletrônico, solicite a um funcionário do banco ou retorne com outra pessoa de sua confiança no banco.
  • Caso perceba alguma movimentação suspeita na conta do idoso, avise imediatamente o banco.

Centralize as transações pelo aplicativo do banco

  • Para manter uma comunicação de confiança com a instituição financeira, ensine seu idoso a utilizar o aplicativo do banco. Atualmente os aplicativos possuem um design intuitivo que facilita o acesso.
  • Caso o idoso prefira ligar para o banco, ensine ele a fazer isso pelo aplicativo, desta maneira é possível garantir ainda mais a segurança da transação bancária.

Em caso de golpe denuncie!

Caso perceba que o idoso foi vítima em um golpe, informe imediatamente a instituição financeira e verifique quais procedimentos necessários para minimizar o dano.

Avise a Polícia. Faça um Boletim de Ocorrência (BO) pelo site da delegacia eletrônica da Polícia Civil.

https://www.delegaciaeletronica.policiacivil.sp.gov.br/ssp-de-cidadao/pages/comunicar-ocorrencia

 

Somos uma empresa especializada em cuidadores e babás, há mais de 10 anos no mercado. Acompanhamos a implantação durante a adaptação para que você e sua família se sintam seguros e confortáveis.

Siga nosso Instagram e acompanhe todos os conteúdos que criamos especialmente para você!

 

 

Fonte: FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos

Leave a Reply

Your email address will not be published.