Impressão 3D ajuda gestantes com deficiência visual

Impressão 3D ajuda gestantes com deficiência visual

Impressora 3D reproduz réplicas de bebês ainda na barriga para gestantes com deficiência visual 

São tantos os benefícios da tecnologia em nossas vidas, que já não sabemos mais viver sem ela. A tecnologia tem evoluído constantemente em todos os setores, oferecendo soluções inovadoras, e o melhor, proporcionando bem-estar e qualidade de vida para as pessoas com algum tipo de deficiência.

A impressão 3D tem sido uma tecnologia aliada da medicina, são inúmeros os benefícios da sua aplicação, como por exemplo a impressão de próteses e implantes, identificação de tumores através da materialização dos resultados de ressonâncias magnéticas, tomografias computadorizadas e ultrassonografias, entre outros.

De acordo com o site www.tecnoblog.net, a impressão 3D permite criar um objeto físico com rapidez e precisão a partir de um modelo digital no computador. Em geral, as impressoras 3D trabalham como um injetor de matéria quente (um filamento plástico) ou emissão de luzes sobre um material moldável. As aplicações mais comuns são fusão a laser, fundição a vácuo e moldagem por injeção.

A magia da impressão 3D

O primeiro ultrassom de uma gestante é esperado ansiosamente por todos, é uma emoção única poder enxergar os primeiros traços físicos do bebê. Atualmente, podemos contar com recursos como o ultrassom 4D que nos permite ver com nitidez a criança dentro da barriga da mãe.

Para as gestantes ou familiares com algum tipo de deficiência visual, esse momento tão esperado, agora já pode ser apreciado pela impressão 3D.

Através das imagens de ultrassonografia e ressonância magnética, a impressão 3D reproduz uma réplica no formato e tamanho original do bebê ainda no ventre, permitindo que mães e pais cegos possam sentir seus bebês através do tato.

Segundo o site www.novemeses.org a tecnologia se tornou uma aliada inclusiva e afetiva para as mamães deficientes visuais. Elas relatam ser uma experiência única e participativa, gerando conversas sobre as semelhanças físicas do formato do rosto do bebê com seus pais, além da experiência completa do exame cheio de expectativas e significado como os ultrassons.

Para um bom resultado da impressão 3D, os especialistas recomendam que seja realizado entre a 24ª e 28ª semanas de gestação, quando ainda há espaço suficiente para a criança se mover dentro do útero, e também, quando os traços já estão mais bem definidos.

Fonte: www.bebemamae.com

Leia também!

__

Somos uma empresa especializada em cuidadores e babás, há mais de 15 anos no mercado. Acompanhamos a adaptação durante a implantação do serviço, para que você e sua família se sintam seguros e confortáveis. Oferecemos:

 Serviços de Babás em São Paulo:

  • Babá período integral
  • Babá meio período
  • Babá folguista
  • Babá para crianças com necessidades especiais 

Serviços de cuidadores de idosos em São Paulo:

  • Cuidador para intrahospitalar
  • Cuidador para desospitalização / transição de cuidados
  • Cuidador para instituição de longa permanência
  • Cuidador para pessoas com necessidades especiais
  • Cuidador para acompanhamento em exames
  • Cuidador para acompanhamento domiciliar

Siga nosso Instagram!

grupo cuidar

 

Fontes:

www.ultimosegundo.ig.com.br

www.novemeses.org