O que faz e o que não faz o Cuidador de idosos

O que faz e o que não faz o Cuidador de idosos

Se você está em busca de um serviço de cuidador, antes de mais nada, é importante ter em mente as funções deste profissional.

Conforme descrito no Guia Prático do Cuidador publicado pela Biblioteca Virtual da Saúde do Ministério da Saúde o “Cuidador é um ser humano de qualidades especiais, expressas pelo forte traço de amor à humanidade, de solidariedade e de doação. A ocupação de cuidador integra a Classificação Brasileira de Ocupações – CBO sob o código 5162, que define o cuidador como alguém que “cuida a partir dos objetivos estabelecidos por instituições especializadas ou responsáveis diretos, zelando pelo bem-estar, saúde, alimentação, higiene pessoal, educação, cultura, recreação e lazer da pessoa assistida”. É a pessoa, da família ou da comunidade, que presta cuidados à outra pessoa de qualquer idade, que esteja necessitando de cuidados por estar acamada, com limitações físicas ou mentais, com ou sem remuneração”.

Vale ressaltar que o profissional que realiza diariamente tais serviços descritos acima possui todos os direitos trabalhistas e previdenciários previstos na Lei Complementar 150/2015, por ser considerado um empregado doméstico. Porém suas funções não devem ser confundidas com a do profissional que cuida da limpeza e arrumação da casa.

O que FAZ o Cuidador de idosos:

  • Atua como elo entre a pessoa cuidada, a família e a equipe de saúde.
  • Deve escutar, estar atento e ser solidário com a pessoa cuidada.
  • Ajuda nos cuidados de higiene do assistido
  • Estimula e ajuda na alimentação.
  • Ajuda na locomoção e atividades físicas, tais como: andar, tomar sol e exercícios
  • físicos.
  • Estimula atividades de lazer e ocupacionais.
  • Realiza mudanças de posição na cama e na cadeira, e massagens de conforto.
  • Administra as medicações, conforme a prescrição e orientação da equipe de saúde.
  • Comunica à equipe de saúde sobre mudanças no estado de saúde da pessoa cuidada.
  • Outras situações que se fizerem necessárias para a melhoria da qualidade de vida e recuperação da saúde dessa pessoa.

O que NÃO FAZ o Cuidador de idosos

Receitar remédios e tratamentos. Conforme comentado acima, o Cuidador deve apenas administrar remédios e tratamentos, não cabe ao cuidador diagnosticar, prescrever nem indicar medicação.

Procedimentos específicos da enfermagem como: aplicação de injeções, administração de vacinas, cuidados com feridas extensas, trocas de curativos em lesões profundas, dentre outros. Importante! Essas atividades somente podem ser exercidas pelo profissional que possuir a certificação de enfermagem reconhecida pelas instituições de educação.

Tarefas domésticas como limpar a casa, lavar a louça ou qualquer outra atividade doméstica que tire atenção do Cuidador à pessoa assistida. O Cuidador deve se responsabilizar em manter o ambiente, objetos e roupas organizadas e limpas das áreas que afetam o conforto e bem-estar do paciente.

Servir os demais familiares ou visitas. É comum que o cuidador fique ocioso em alguns momentos, mas isso não significa que ele deva servir a família ou visitas com outras atividades, como por exemplo: servir café, passear com animais de estimação, cuidar de crianças, varrer quintal ou calçadas, entre outros serviços que não estejam atribuídos ao assistido.

Leia também em nosso blog:

Somos uma empresa especializada em cuidadores e babás, há mais de 10 anos no mercado. Acompanhamos a implantação durante a adaptação para que você e sua família se sintam seguros e confortáveis.

grupo cuidar

 

Fontes:

https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_pratico_cuidador.pdf

http://www.guiatrabalhista.com.br/

Leave a Reply

Your email address will not be published.