Cuidados com a desnutrição do idoso durante a pandemia.

Cuidados com a desnutrição do idoso durante a pandemia.

A desnutrição pode estar ligada com a perda do apetite!

Não podemos confundir desnutrição com sinais do envelhecimento, porém é importante levar em conta que problemas com mastigação, deglutição, perda ou diminuição de capacidades sensoriais (visão, olfato, paladar), patologias físicas, mentais, psiquiátricas, alterações gastrointestinais, desidratação, tabaco, bebidas alcoólicas e medicamentos contribuem para a perda do apetite e a má alimentação.

Envelhecer é um processo natural que traz mudanças morfológicas, psicológicas, funcionais e bioquímicas. Além disso, a partir de uma certa idade nosso metabolismo passa a funcionar de maneira mais lenta, havendo menor absorção de nutrientes necessários.

Em tempos de pandemia é preciso atenção redobrada com a alimentação do idoso, o consumo adequado de alimentos saudáveis e água potável, contribuem para o fortalecimento do sistema imunológico e para a recuperação da saúde.

Problemas que devem ser observados!

Engasgos frequentes podem estar associados ao ato de engolir. De acordo com o site novanutri.com.br, o processo normal de deglutição envolve diversas etapas neuromotoras para transportar o alimento da boca até o estômago de forma segura, evitando que pedaços da refeição sejam aspirados e entrem nas vias respiratórias. Anormalidades em qualquer uma das etapas desse processo pode caracterizar a disfagia, ou seja, a dificuldade de engolir alimentos sólidos ou líquidos. É importante esclarecer que ela não é uma alteração exclusiva da terceira idade, podendo ocorrer em qualquer etapa da vida. Mas sua incidência é mais comum em pessoas na terceira idade.

A perda da dentição, do tônus muscular das estruturas faciais (maxilar, bochechas, língua) e o uso de próteses dentárias mal adaptadas são problemas comuns aos idosos que podem dificultar sua alimentação e reduzir seu apetite. De acordo com a nutricionista da Nova Nutrii, especializada em nutrição clínica, Jéssica Freitas “O maior risco nesses casos é a subnutrição e desnutrição comprometendo a saúde do idoso, especialmente se ele já convive com alguma doença crônica. Além disso, a disfagia causada por esses transtornos pode levar ao isolamento, uma vez que a refeição também é um ato social, que muitas vezes envolve familiares e amigos.”

Dicas para uma rotina com alimentação saudável

Antes de criar o cardápio ou planejar as compras, é importante atentar-se aos problemas de saúde que o idoso possa ter que influenciam na alimentação, como: diabetes, hipertensão, obesidade, intolerância ao glúten ou à lactose, etc.

Mantenha uma rotina de horários e frequência das refeições, entre o café da manhã, almoço e janta inclua um lanche ou uma fruta, e mesmo que o idoso não demonstre apetite, não pule as refeições para que o corpo não sinta falta dos nutrientes.

IMPORTANTE:

  • As refeições devem ser feitas sem pressa e no tempo de cada um
  • Não exagere na quantidade, as refeições devem ser pouco volumosas e facilmente digeríveis
  • Mesmo que o idoso tenha algum tipo de dificuldade, ele não deve ser isolado. Este é um momento importante de convivência e interação com familiares e amigos
  • A saúde bucal deve ser analisada de tempos em tempos, pois próteses mal adaptadas e problemas de dentição podem gerar a perda do apetite
  • Ofereça refeições com diferentes cores, sabores, formas, texturas e aromas
  • Incentive beber água regularmente
  • Qualquer tipo de alteração na dieta deve ser orientado por um nutricionista

Ter uma boa alimentação na terceira idade é fundamental para a qualidade de vida do idoso, pois evita o agravamento de doenças, aumenta a disposição e regula o humor. Envelhecer não deve ser visto como um problema, mas como um processo natural da vida, que atualmente, é possível viver de forma autônoma e por muito mais tempo.

Somos uma empresa especializada em cuidadores e babás, há mais de 10 anos no mercado. Acompanhamos a implantação durante a adaptação para que você e sua família se sintam seguros e confortáveis.

Siga nosso Instagram e acompanhe todos os conteúdos que criamos especialmente para você!

grupo cuidar

Leia também em nosso blog: Saiba como evitar acidentes domésticos com idosos!

Fontes:
www.nutrii.com.br
www.saudebemestar.pt
saudebrasil.saude.gov.br

Leave a Reply

Your email address will not be published.