PAC – Teste do Processamento Auditivo Central

PAC – Teste do Processamento Auditivo Central

Crianças que apresentam dificuldade no aprendizado podem estar relacionadas com distúrbios do processamento auditivo.

Mais conhecido como PAC – Processamento Auditivo Central, refere-se a um exame no qual é realizado uma avaliação comportamental do Processamento Auditivo em cabine acústica. Não invasivo, consiste na aplicação de testes específicos para cada idade. Acompanhado por um fonoaudiólogo, em geral, os testes são distribuídos em 3 dias subsequentes.

Habilidades auditivas avaliadas durante o exame: detecção, localização da fonte sonora, discriminação auditiva, atenção seletiva, figura-fundo auditiva, fechamento auditivo, separação e integração binaural e memória sequencial auditiva.

Objetivo do PAC

De acordo com um estudo da Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia de 2009, o processamento auditivo é definido como um conjunto de operações que o sistema auditivo realiza: receber, detectar, atender, reconhecer, associar e integrar os estímulos acústicos para depois programar uma resposta, ou seja, é um conjunto de habilidades necessárias para analisar e interpretar os padrões sonoros.

Considerando que existe um comportamento auditivo esperado para cada idade desde o nascimento, a partir dos 4 anos de idade já é possível aplicar o exame. Muito utilizado na triagem escolar, tem objetivo de detectar precocemente alterações auditivas, garantindo assim a reabilitação de forma adaptada às condições, à capacidade de concentração, ao grau de agitação motora e aspectos emocionais de cada criança.

PAC em crianças com dificuldades de aprendizagem

Pesquisas demonstram que crianças que apresentam dificuldade no aprendizado podem estar relacionadas com distúrbios do processamento auditivo.

De acordo com o artigo “Avaliação do processamento auditivo em crianças com dificuldades de aprendizagem” da Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, caso exista algum aspecto importante que esteja interferindo no processo de aprendizagem, deve ser considerado como um problema significativo, e o diagnóstico de alterações no processamento auditivo é essencial, pois somente tendo em mãos um quadro claro e definido é que se pode traçar um plano terapêutico que contemple as reais necessidades da criança.

Muitos indivíduos com alteração do processamento auditivo têm problemas de aprendizagem, e podem ser beneficiados quando estratégias de intervenção e estratégias compensatórias são combinadas em prol de seu desenvolvimento.

Crianças com alteração do processamento auditivo, geralmente apresentam problemas de aprendizagem, e podem ser beneficiadas quando o diagnóstico precoce estiver alinhado a um tratamento especializado.

Características que podem apresentar os portadores de distúrbio do processamento auditivo: problemas psicolinguísticos; problemas de leitura e escrita; mau desempenho escolar; desordens do comportamento social; problemas clínicos específicos da audição, no que se refere à localização da fonte sonora, discriminação de sons, identificação e memória.

Leia também em nosso blog: 7 dicas para a babá ajudar no desenvolvimento do aprendizado dos pequenos

Somos uma empresa especializada em cuidadores e babás, há mais de 10 anos no mercado. Acompanhamos a implantação durante a adaptação com a criança para que você e sua família se sintam seguros e confortáveis.

Siga nosso Instagram e acompanhe todos os conteúdos que criamos especialmente para você!

 

Fonte:

Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
On-line version ISSN 1982-0232
Rev. soc. bras. fonoaudiol. vol.14 no.1 São Paulo  2009

Leave a Reply

Your email address will not be published.